Cuidado! ESTAS são as séries mais PERTURBADORAS na Netflix



A Netflix tem um catálogo recheado de séries sombrias e aterrorizantes. Para agradar aos amantes de um bom suspense e terror, separamos aqui algumas séries do gênero, disponíveis no serviço de streaming, que merecem sua atenção.

Nos siga no Instagram para acompanhar todas as novidades. Confira a lista abaixo:

A Maldição da Residencia Hill


Mindhunter
Essa não é a sua típica série policial. Com direção e produção do brilhante David Fincher, Mindhunter revela como o início do estudo do FBI sobre a análise da mente criminal, colocando dois agentes para conversar e tentar entender as motivações de diferentes assassinos nos EUA – em uma época que antecede o conceito de serial killers

Mindhunter
A Maldição da Residência Hill
Uma das séries mais elogiadas da Netflix, A Maldição da Residência Hill foi um dos grandes sucessos do streaming no ano passado. A série de Mike Flanagan mergulhou no terror e trouxe temas profundos como depressão, suicídio e relações familiares em meio a fantasmas, e o resultado é simplesmente impecável.

A Maldição da Residencia Hill
Black Mirror
Não tem como deixar a antologia de Charlie Brooker de fora. Por mais que não seja exatamente de terror, a maioria dos episódios de Black Mirror oferece temas sombrios e perturbadores, principalmente nas duas primeiras – e melhores – temporadas. Ainda não superamos White Bear.

Black Mirror

Spartacus
Spartacus conta a história de um homem que possui sua esposa e filho separados de si, e forçado a virar um gladiador em Roma. Só pela sinopse já é possível perceber que a obra não é para qualquer um. Só para você ter ideia, essa é considerada a série mais sangrenta de todos os tempos. Contendo mais ou menos 25 mortes em cada episódio. A série possui três temporadas, e o episódio final foi ao ar em 2013. Mesmo assim, é uma boa indicação.

Spartacus
The Walking Dead
Sim, muita gente ama The Walking Dead. E mesmo que não seja um terror muito apelativo, com certeza existem alguns momentos perturbadores. Os efeitos de maquiagem empregados na séries são um dos pontos fortes da produção. É difícil vermos zumbis tão bem feitos quanto esses. As cenas de matança também são muito bem executadas, fazendo com que o espectador se sinta inserido em meio a uma orla de mortos vivos assustadores.

The Walking Dead

Don’t F**k with Cats: Uma Caçada Online
Don’t F**k with Cats, escrito e dirigido por Mark Lewis, concentra-se principalmente no assassino canadense Luka Magnotta e na investigação organizada por detetives amadores para pegá-lo depois que ele postou um vídeo gráfico on-line de si mesmo matando dois gatinhos.

Reprodução/Netflix

O caso é uma das histórias de crime mais infames da história recente do Canadá e que muitos viram como representativa do crime na era da Internet. Magnotta, um aspirante a modelo masculino e acompanhante em período parcial, ansiava os holofotes e a atenção que recebia por seu abuso de animais. Ele ansiava por uma audiência por seus crimes e pela infâmia de ser um assassino.

Reprodução/Netflix
Apesar dos esforços dos detetives para alertar as autoridades sobre o abuso de animais de Magnotta, nenhuma ação foi tomada até Magnotta assassinar e desmembrar o estudante chinês Lin Jun, um ato hediondo que ele também compartilhou on-line em um vídeo.



Eu Vi
Pessoas reais se reúnem com os amigos e a família para contar casos aterrorizantes do passado, mostrados em reconstituições assustadoras.

Eu Vi
Coletivo Terror
Nesta série antológica de terror, os passageiros a bordo de um ônibus viajam sem saber qual será seu destino final.

Coletivo Terror